Newsletter

Não deixe de se atualizar.
Cadastre-se e fique sempre informado.

Boletins

publicado em - 16/07/2018
ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA SEPESP 12/07/18
publicado em - 02/04/2018
BOLETIM-SEPESP N°0001/2018

Contador de Visitas

153006
Visitantes online


Facebook

Banner Denuncie

Notícias

publicado em - 22/05/2019 Geral

A imprensa está divulgando que a população carcerária no Estado de São Paulo, governado pelo PSDB, há mais de duas décadas, quadruplicou nos últimos 20 anos.






A imprensa está divulgando que a população carcerária no Estado de São Paulo, governado pelo PSDB, há mais de duas décadas, quadruplicou nos últimos 20 anos.
Há de se considerar que se trata do Estado mais rico da federação. 
Não tem cabimento a população carcerária aumentar de forma tão violenta e assustadora. 
Isto significa, na pior das hipóteses, improbidade administrativa, incompetência e descaso com a coisa pública.
Resta provado que as gestões do PSDB ao invés de trabalhar, gerir a coisa pública, em prol do bem-estar social, está transformando a sociedade paulista num barril de pólvora, com alto índice de criminalidade, que é gerado exclusivamente pelo fator miséria social. 
Enquanto isso, conforme noticiário divulgado no jornal "Estação", distribuído nas estações do metrô, em data de hoje, 20.05.2019, informa que o governo do Estado de São Paulo, João Dória, está promovendo pagamento de bônus de produção para os policiais. Ou seja, está incentivando o incremento de prisões, podendo até envolver pessoas inocentes, que são encaminhadas aos presídios para julgamentos posteriores, nos quais elas poderão ser absolvidas e os processos arquivados, até por falta de provas, por se tratar de presos INOCENTES. 
A pena tem finalidade educativa.
Porém, os presídios foram transformados em depósitos de massas humanas, onde não há processos de recuperação para reeducação dos presos para que eles possam, regenerados, voltar ao convívio social. 
Este é o retrato do Brasil de hoje, cujo governo federal também está sendo gerido pelos reacionários da direita escravocrata, cuja política governamental está fomentando o desemprego, a violência e a miséria social. 
Desse jeito não há presídios suficientes para abrigar tantas prisões efetuadas pela polícia e a população carcerária se multiplica mais a cada dia! 
Que horror! 
Toda essa balbúrdia, com as inúmeras prisões, acarretam sobrecargas de trabalho para os Escrivães de Policia, em número reduzido no estado, que por isso muitos deles ficam com a saúde debilitada, com estresse, já tendo inclusive casos de suicídios, por falta de estrutura e condições de trabalho para política de segurança pública. 
Vejam abaixo a manchete publicada hoje pela Folha de São Paulo..
Pergunto: porque não investir em políticas de: a) geração de emprego; b) na educação: c) de moradia; d) de saúde, e) de reeducação dos presos (ao invés de prisões, internarem os presos em institutos educativos) etc.
Essas são as medidas essenciais para combater o alto índice de criminalidade....
O resto é enganação e conversas fiadas.
Abraços a todos.

Endereço: Rua Brigadeiro Tobias, 118, 24º, salas 2408/12 - Sta Ifigenia - São Paulo - SP - CEP 01031-902
Tel: (11) 3112-0897